Chile · 21 Days · 62 Moments · December 2016

Chile - www.aventuramundo.com.br


29 December 2016

28 December 2016

26 December 2016

Hostal Graciela Todo bonitinho, cama confortável, dona Ingrid super atenciosa. Cozinha disponível.
Saída de Osorno : 10:55 Ônibus confortáveis, pecando apenas no bagageiro superior muito pequeno.
Fomos a carretera pegar ônibus a Osorno. 1500 pesos por pessoa. Para o taxi, pagamos 4 mil. Em Osorno conseguimos comprar as 3 últimas passagens para Pucón, pela empresa Jac 25.200 para os 3. Lanche : 1665

26 December 2016

22 December 2016

Hoje, depois de alguns dias de luto, consegui pensar em uma alternativa para fazer meu Café. Acho que eu ainda estava tentando aceitar o perda da minha cafeteirinha. Muita gente achava estranho que eu ocupasse lugar na minha mala para trazer uma cafeteira. Porém, sempre que eu viajava de férias ou a trabalho o meu Café era aquilo que eu mais sentia falta. Não era minha cama ou travesseiro. Era ela, a cafeteira, que fazia o melhor café diariamente. Nada mais sensato que abrir mais de um par de sapatos pra traze-la comigo nessa aventura. Quem diria que com menos de 15 dias eu acabaria ficando sem minha companheira? Não que eu tenha achado algo que deixe o café à altura dela, mas comprei no supermercado filtro de papel para cafeteira elétrica e hoje consegui passar um cafezinho. Ficou aguado, mas foi um marco. Cafés melhores virão. ☕
O Chile tem feito de tudo para nós testar. Logo no nosso primeiro dia, uma de nossas malas não foi furtada por um grito! Depois, as refeições mais caras da história da humanidade - tá, talvez perca pra um almoço em Miami Beach. Também tem o frio e a chuva, que não deveriam ter nos acompanhado até Frutillar, mas não desgrudam de nós. Agora é a vez do cartão clonado. Viajamos para 26 países antes do Chile e nunca tivemos nenhum problema! Mas justo agora que ficaremos um ano sem pisar no Brasil, o cartão foi clonado e não temos nem idéia de como! Simplesmente fomos acessar nossa conta hoje e estava negativa. Quando olhamos o extrato, 3 saques feitos hoje, sendo que nosso cartão está aqui quietinho conosco e nem saiu de casa hoje... Por sorte (ou por preparo) o cartão da conta não é nossa única forma de dinheiro aqui. Ainda temos um cartão reserva, com limite mais baixo mas que quebrará o galho, além de um VTM pré pago. Maaaas, esperamos conseguir resolver esse problema logo!!!

21 December 2016

Depois de alguns dias de trabalho no Hotel, resolvemos aproveitar o dia de sol para passear depois do expediente. Às 17:30 nos arrumamos e saímos do hotel dispostos a ir caminhando até o centro - são 3km, margeando o lago. Entretanto, acho que não tínhamos andado nem 500m quando um casal nos ofereceu carona. OPA! Nos deixaram em Frutillar bajo, onde se concentra a zona turística. Caminhamos pelo Lago, entramos em algumas ruas, fomos até o teatro e tiramos muitas fotos. Quando o cansaço bateu, tomamos um nescau quente e um café com alfajor e pegamos um táxi para casa. A cidade é muito bonitinha, mas ainda está bem deserta à espera da alta temporada. Algumas pessoas já se arriscam a nadar no lago Llanquihue, mas pra gente ainda está muito frio!!! Acredito que a cidade comece a ficar mais movimentada depois do natal.

19 December 2016

Esse é o triste fim de Policarpo quaresma. Na verdade, é o fim da minha cafeteira. Minha grande amiga que me fazia feliz todas as manhãs. Num dia chuvoso, como vários dos que temos tido, acordo com frio e pensando no meu Café quentinho. Fui até a cozinha, zonza de sono e meio congelada pelo frio. Preparei a cafeteira, liguei o fogão, sentei e esperei. Senti um cheiro de queimado, que associei a alguma sujeira nhami no fogão. Aos poucos, notei que o cabo da cafeteira estava derretendo! Só algum tempo depois, entendi que eu não havia colocado água!!!! Com isso, ela esquentou demais e tudo que não era ferro, derreteu. Inclusive a borrachinha de vedação, que se espalhou toda por dentro. Foi o fim de uma grande companheira. RIP cafeteirinha. 😭
Como o ônibus para Frutillar só passava até 21h e ainda queríamos passar no supermercado, pegamos nosso rumo de casa. O ônibus de Puerto Varas a Frutillar custou "una luca" , ou mil pesos. Passamos no Unimarc para fazer umas compras e depois pegamos nosso taxi. Engraçado que o taxi dentro de Frutillar é mais caro que chegar até a feijoada lá em Puerto Montt! Ótimo dia!
Depois da feijoada em Puerto montt, resolvemos ir a puerto varas para dar uma passeada na cidade. Do local do evento, pegamos um táxi coletivo. Esses táxis tem uma rota mais ou menos definida e saem pegando vários passageiros ao longo do caminho. Sai bem mais barato, mas é pago por pessoa. Fomos até a rodoviária de coletivo e depois pegamos o micro ônibus - 800 pesos por pessoa. Puerto Varas é uma cidade turística que lembra um pouco gramado. As ruas são cheias de lojinhas e restaurantes, tem uma orla do lago super bem cuidada e um visual lindo, como toda essa região.
Domingo é dia de Feijoada brasileira! Fomos nós encontrar com um grupo de brasileiros que vive na região e que organizou uma feijoada. Foi muito legal encontrar brasileiros para conversar e trocar algumas idéias sobre essa região. Ouvimos várias histórias de brasileiras que se casaram com chilenos e as diferenças culturais - disseram que os chilenos são super ciumentos! Contamos a todos sobre o nosso projeto e fomos super incentivados. Ao fim, ainda ficamos conversando com um casal que está de viagem por aqui. Também tentamos fotografar dois dos casais, mas ainda não deu certo.

18 December 2016

17 December 2016

Depois de tanta chuva no dia anterior à e contrariando as previsoes, o dia amanheceu lindo. Para o café da manhã , Mônica os deu pão caseiro e geléia caseira de framboesa e amora. Os passrinhos cantando na nossa janela. Trabalho - preparação para o evento corporativo Terminamos de montar a tenda, arrumamos e limpamos cadeiras e mesas , tiramos as flores do chão. Depois a Mônica nos deu um intervalo de descanso e nos disse q às 12:30 deveríamos ir almoçar para em seguida servir os convidados. O almoço foi uma sopa de muitos legumes 😱 Eu e Joyce acabamos comendo bem pouco. Por fim, ajudamos a servir e recolher as mesas e a organizar a cozinha após isso.
Entrega e avaliação da empresa ADEL Chegamos ao aeroporto e o Sergio, da locadora do carro já estava nos aguardando. Ele fez a vistoria do veículo e nos devolveu a boleta do cartão que tinha ficado como garantia do seguro. Ficamos muito satisfeitos com o serviço da Adel. Não nos cobraram nem um peso a mais do que havíamos combinado, o carro era novíssimo e todo o trâmite foi fácil. Reservamos por email, fizeram toda a documentação necessária para cruzarmos a fronteira, esperaram a gente com plaquinha na saída do vôo e nos deram toda informação que precisamos, inclusive de locais onde abastecer. Pagamos 440mil pesos chilenos por 7 diárias com a documentação. Se não cruzassemos a fronteira seria mais barato.
Entrega da cabana Havíamos combinado na noite anterior de deixar a chave da cabana ao sairmos, mas na hora de sair apareceu uma outra pessoa da administração para verificar se estava tudo de acordo com um checklist que preenchemos no início. O detalhe é que fizemos o checklist antes de trocarmos de cabana duas vezes. 😒 Avaliação da cabana Calefacao somente na sala Água quente não funcionava bem - ora muito quente, ora muito fria Não cumpriram o que estava no Booking - pagamento em dolar para não pagar o IVA Apesar de não aceitar dólar, o preço era em dolar e ela usava uma conversão própria. Camas muito ruins. Colchões velhos e deformados. A casa toda era bem fria, mas os cobertores foram suficientes. O difícil era sair da cama. Muito afastado do centro, ruim para quem não está de carro.
Não fizemos passeios na cidade de Punta Arenas, pois os preços eram bem salgados e as opções não nos chamaram tanto a atenção. Entretanto, o principal passeio para se fazer na cidade é a visita à pinguinera de Isla Magdalena.
Dia 15/12 - Zona franca Perfumes achamos com um preço parecido com o do Brasil, alguns um pouco mais barato, mas nada excepcional. Os iPhones também estavam com preços similares. O que achamos com bons preços foram as roupas para esportes, casacos e mochilões. Valeu a experiência, mas comprar não estava mesmo nos nossos planos. 😁

16 December 2016

Conseguimos pegar um táxi que passou na rua (nada como comer para tudo se resolver mais facil). Pagamos 3 mil pesos e ele nos deixou no nosso destino - Lagune Club. Fomos recebidos pelo Ricardo e sua mãe, Mônica, ambos com um sorriso no rosto. Nos deram um quarto de frente para o lago, vista linda!!! 😍 A propriedade toda é muito bonita. Nos deram tempo para descansarmos um pouco e depois voltamos à casa principal para conversarmos sobre nossas atividades. O Ricardo nos apresentou a Yennie, uma Russa (tambem voluntária) que está cuidando do site de um festival alemão que está sendo organizado na propriedade. Frutillar foi colonizada pelos alemães. Yennie e o namorado argentino Facundo nos levaram até o supermercado. Além disso, como no dia seguinte haveria um evento, fomos solicitados a ajudar com a montagem de uma tenda. Depois, a Mônica solicitou que trocassemos de quarto, para uma casinha com cozinha e dois quartos. O outro quarto será utilizado por outros workaway.
Chegamos à rodoviária de Puerto montt e fui pedir informações sobre os ônibus para Frutillar e nos informaram que se pagava direto ao motorista. Localizamos a plataforma dos minibuses (vans) - da 20 à 30. Esperamos menos de 15 minutos e apareceu a van para o nosso destino. O preço foi 1400 pesos por pessoa. Ônibus van para Frutillar As vans param em vários pontos. É como uma lotação, que vai fazendo o roteiro e parando onde os passageiros desejarem. Não há paradas fixas. O motorista adorava falar ao celular. Clima chuvoso e friozinho. Demoramos pouco mais de uma hora de trajeto, passando por Llanquihue e Puerto Varas. Chegamos em Frutillar debaixo de bastante chuva - e descemos no meio do nada. Na verdade, uma rua perto do lago e com alguns restaurantes. Esperamos mas não passava nenhum taxi. Resolvemos ir para um restaurante que estava mais pra esquina com a rua principal (a do lago). Comemos e voltamos à luta com o taxi.
Chegamos ao aeroportode Puerto Montt. Pequeno e bonitinho. Dentro do própria área de desembarque, há venda de passagens para a rodoviaria (terminal de buses). Há que se retirar as bagagens primeiro, pois saem a toda hora, mas o horário do ticket é marcado. Ônibus para a rodoviária - 2500 por pessoa Ônibus tipo leito, confortável. Viagem de cerca de 30 min.
Vôo LATAM Punta arenas a puerto montt 2:05 de duração Apesar da chuva, vôo tranquilo Latam entertainment Lanche da latam chile = 2 itens da escolha entre 4 disponíveis
Deixamos Georgia no aeroporto e com ela mandamos de volta para o Brasil parte de nossas roupas de frio, já que o pior já passou. Também mandamos a lente que pesa mais que o mundo (e que já tem um comprador no Brasil). Isso tudo dentro de uma de nossas malas de mão, já que por sorte a Geo não trouxe uma. 😅 Valeu Geo! Embarque feito , voltamos à Zona franca para terminarmos nossas compras. Compramos somente coisas que eram necessárias mesmo - a lente que irá substituir a que Geo levou, um jogo de pilhas recarregáveis e um sorvete. 😅 A zona franca é como uma grande ceasa = bem confusa. São Várias quadras, com lojas das mais diversas variedades e um módulo central que é como um shopping. Os preços dos eletrônicos que olhamos estavam bem parecidos com os de alguns sites no Brasil, como o mercado livre. A diferença é que você já sai com o produto.

15 December 2016

Último dia de Geórgia conosco e depois de café na cabana, saímos para conhecer a Zona Franca. Gigante! Conseguimos Encontrar uma lente para a maquina para substituir uma que queríamos trocar por causa do peso, mas como estávamos com o tempo contado, deixamos para comprar depois do embarque de Georgia. Seguimos para o mercado municipal onde nossa ideia era conhecer a Centolla, um grande caranguejo típico da região. No segundo piso, há vários restaurantes pequenininhos e apertados. Escolheram um onde os garçons nos abordaram e convenceram com uma mesa sendo desocupada naquele instante. Escolhemos uma entrada de centolla , um prato de Merluza frita e um salmão grelhado, para dividirmos entre os 4. A entrada era a carne do caranguejo desfiada e as patas inteirinhas (sem a casca). Para cada um dos outros dois pratos pudemos escolher dois acompamentos. Para acompanhar, vinho e cerveja Tivemos a melhor refeição da viagem e com um dos preços mais amigáveis, ainda que não exatamente barata.
Hoje o dia era de estrada, com nosso retorno para Punta Arenas, no Chile. Decidimos seguir o caminho via Rio Gallegos, diferente do que viemos e um 50 km mais longo, mas acrescentando uma cidade a mais no nosso currículo argentino. :) Seguimos sentido cidade de Esperanza (onde comemos mais alfajores, usamos o banheiro e o wifi) e depois seguimos para Rio Gallegos. A estrada é muito boa , mas a paisagem muito árida. A vegetação de estepes, bem seca. O clima estava quente. Precisamos ligar o ar condicionado no carro pela primeira vez.
Check out no hotel. Avaliação : Tudo ótimo durante a nossa estadia. Calefacao funcionava tão bem que algumas vezes sentimos até calor. Achamos interessante pois era como se fosse uma boca de fogão acesa, mas bem protegida. A água quente também funcionou muito bem, exceto nas primeiras horas quando chegamos. Internet de boa qualidade, com poucos momentos de oscilação. O café da manhã tinha pão de forma, queijo, presunto, ovos cozidos, iogurte, suco, geléia, doce de leite, café, leite, água, chá, sucrilhos. Havia uma sanduícheira para esquentar os pães. Quarto foi limpo todos os dias e as toalhas trocadas no segundo dia. Também houve reposição dos sabonetes. Havia opção de quartos com cozinha e acho una excelente opção para quem quer economizar, pois alimentação na cidade é muito cara.
Piquenique no parque Depois de toda a confusão com o carro, conseguimos Encontrar um parque muito bonito, no cruzamento da Av Del Libertador com 7 Deciembre. Mais sugestivo impossível! Conseguimos banquinhos ao sol e fizemos nosso lanchinho, além de muitas fotos! Lugar perfeito para um ensaio fotográfico!
Com o preço das refeições na cidade, chegamos a um acordo de fazer lanches no almoço e jantar uma refeição mais elaborada. Para esse almoço, resolvemos comprar itens para fazer um piquenique em algum parque. Fomos ao supermercado e compramos frios, suco e alfajores. Depois , saímos em busca de um local para o piquenique. Vimos algumas pessoas lanchando em uns banquinhos que ficam no canteiro central da principal rua da cidade. Continuamos a busca pra não comer no meio de um monte de carros. Tentamos num local de informações turísticas sobre os glaciares, mas além de estarem regando a grama, não podia pisar na grama e não havia banquinhos. Tínhamos deixado o carro estacionado na rua principal e um carinha fardado tinha nos cobrado 50 pesos para deixar o carro por todo o dia. Depois , lemos na plaquinha o preço era 4 pesos para meia hora ou 6 pesos por hora. Voltamos, brigamos e conseguimos nosso dinheiro de volta. Depois, descobrimos que eles são como flanelinhas. 😒

14 December 2016

Recepção no hotel Chegamos no hotel no fim do dia. Bastante afastado. A recepção estava fechada, mas tinha um bilhete , número de whatsapp e a senha do wifi. Tinhamos ultrapassado o limite do horario de checkin entao achamos otimo a facilidade de contato. Acabamos telefonando diretamente, já que tínhamos crédito para ligações no chile (claro) Chegou a responsável q não achava nossa reserva. Depois de muita confusão, localizou. Ao contrário do indicado no Booking, não aceitaram dólares e tivemos que pagar o IVA. Entramos na cabana para usar o banheiro e sair para comprar coisas para o jantar e logo vimos outra confusão da dona com outra família que chegava. haviam pedido expressamente na reserva que precisavam ficar em duas cabanas juntas (estavam com idosos e crianças) e deram cabanas separadas. Achei um pouco de exagero (cogitaram cancelar a estadia), mas ofereci para trocar com eles. Acabamos pegando uma cabana maior (2 quartos, mas teríamos q trocar no dia seguinte). Aceitamos.
Conseguimos chegar no "paso" e a imigração para o Chile foi um pouquinho mais chata que a da Argentina. Apesar de ter uma estrutura melhor, achei um pouco mais desorganizado. Jogamos as bananas no lixo, pois não era permitido entrar com nenhuma fruta e verdura Precisamos passar algumas das nossas malas no raio x, e também olharam nossas bolsas. Fizeram uma vistoria rápida no carro, mas ignoraram a sacola de comidas. O carinha que fez a checagem de nosso carro tinha o melhor português da viagem. Os companheiros de trabalho disseram que ele tinha morado em Pelotas 😅. Depois que passamos da fronteira, o Maps.me passou a traçar a rota correta novamente.
Rio Gallegos Nossa ideia era ir até Rio Gallegos para comer algo antes de continuar para Punta Arenas. Encontramos um restaurante que de fora parecia cheio e agradável "cuatrocentto". Por dentro, notamos que era uma espécie de Fast food. Comemos umas milanesas já fritas com batata de acompanhamento e pagamos tão caro quanto nos restaurantes de el calafate. Saímos impressionado com os preços na patagônia argentina. Estão impraticaveis. Continuamos nosso caminho após o almoço e o aplicativo Maps.Me, que até o momento estava mandando bem em todas, nos mandou voltar até o posto policial da entrada da cidade para pegar outro caminho. Quando chegamos no posto, o guardinha nos disse que para ir a Punta Arenas pelo caminho indicado, percorreriamos 300km a mais! Demos meia volta e voltamos a seguir o caminho do google Maps até a fronteira. O engraçado é que mesmo existindo as rodovias no aplicativo, ele ignorava completamente a rota e mandava retornar.
Dia 13/12 - Logo pela manhã, resolvemos fazer um passeio pelo Lago Argentino. Próximo à placa há um estacionamento de onde é possível caminhar pela praia do lago, observar os pássaros e ver os cachorros correndo. Nesse estacionamento, também é fácil atolar o carro. 😅 Conseguimos ver também os flamingos. 😁

13 December 2016

Depois da cerveja, fomos atrás do sorvete. Na sorveteira acuarela pedimos um sorvete e 1/4 cada (250g, 3 bolas). Era sorvete quase infinito! 😂 Dá pra dividir entre duas ou até 3 pessoas. O bom foi que com o sorvete terminamos de dispensar o jantar. Estávamos cheios e já tínhamos gasto bastante. Daria pra se virar com os lanchinhos que ainda tínhamos.
Depois de comer e fotografar bastantes fizemos um passeio pela avenida del libertador em busca de um local para uma cerveza artesanal e um sorvete de calafate. A fruta que dá nome à cidade e parece uma blueberry. Paramos no Alvez e B? librobar. Pedimos três cervejas (frutada de calafate, trigo e uma lager, um suco de laranja e empanadas para acompanhar. Mais um susto na conta hora da conta. Caro como tudo na cidade 😭
Isabel cocina Bife clássico (chorizo ) - 280 Bife argentino 290 Caro, mas serviu muito bem 4 pessoas. Ainda tomamos uma cerveja artesanal patagônia
Tivemos bastante dificuldade com a troca de dinheiro em el calafate. Para saques nos caixas eletrônicos , o limite máximo que encontramos foi 2000 pesos, ainda com uma taxa de saque de cerca de 100 pesos. O supermercado da cidade aceita dólares e devolve o troco em pesos, entretanto como os passeios são caros, não dá pra usar esse troco para pagar.

12 December 2016

Parque nacional de los glaciares Entrada: 250 pesos para nacionalidades do Mercosul. Um dos lugares mais incríveis em que estivemos, o glaciar perito moreno encanta por sua magnitude. Fizemos o minitrekking organizado pela hielo & aventura - 1800 pesos por pessoa, 1440 para 14 anos. Para chegar ao glaciar é preciso percorrer 70km até a entrada do parque e depois mais 40 km dentro do parque. O minitrekking inicia com um barco que atravessa até uma área onde é mais fácil chegar ao glaciar. antes de iniciar, foi dado um intervalo para comer (não levamos nosso lanche). Uma caminhada simples por passarelas e chegamos ao glaciar. Colocamos os grampones. A caminhada é um pouco cansativa, mas não é difícil. Depois passarelas, uma visão incrível. Pensava que as passarelas eram pagas, mas vc pode andar a vontade nelas depois de pagar a entrada do parque. Optamos por não fazer o safari náutico, por ser caro e também ser um passeio de barco pela região do glaciar, fizemos no minitrekking
Parque nacional de los glaciares Entrada: 250 pesos para nacionalidades do Mercosul. Um dos lugares mais incríveis em que já estivemos.
Continuamos até El calafate e fomos direto a nosso hotel. Hosteria Jardin de los presentes. Um cachorro lindo e um simpático atendente Matias nos receberam. Matias deu ainda instruções sobre onde comer, trocar dinheiro, fazer compras e ainda fez nossa reserva para o perito moreno. Saímos para jantar e achamos tudo absurdamente caro. Acabamos jantando em um restaurantezinho mais local, mas ainda assim 3 pratos (mais um vinho) saíram por 240,00. Fomos ao supermercado e conseguimos trocar alguns dólares por pesos.
Em Esperanza, paramos para tomar um chocolate quente e usar o wifi no hotel e restaurante Esperanza. O wifi funcionava super bem, mas os valores Foram bem salgados. Pagamos 21 dólares por 3 chocolates quentes com mini-croissant mais um café. Preço de aeroporto! 😱 Depois, fomos abastecer no posto YPF. Somente aceita dinheiro.
Nos levou até o veículo, um Renault Symbol novíssimo (3500km rodados). Fizemos toda a inspeção e o Sergio ainda nos deu toda a orientação dos locais onde deveríamos abastecer e qual estrada pegar.
Aluguel de carro em Punta Arenas Quando elaboramos o roteiro, pensamos desde o início em alugar um carro, pois seríamos 4 pessoas. Caso andássemos de ônibus gastaríamos praticamente a mesma coisa e perderíamos bastante mobilidade. Entretanto, estávamos achando os preços muito caros e muitas reclamações contra as maiores locadoras, como a hertz. Chegamos a alterar o roteiro para diminuir nossos deslocamentos e tirar o carro da jogada, mas um pouco antes de viajar, encontrei um depoimento de um rapaz na Internet que havia utilizado uma empresa local, a ADEL. Acessei o site da empresa e peguei o número do Gerson (+56 9 9882 7569 whatsapp). Solicitei uma cotação e o mesmo me enviou algumas horas depois. Também mandou os valores incluindo a documentação para cruzar a fronteira com a Argentina. Os valores já incluíam os seguros obrigatórios e estavam bem abaixo de todos os outros que cotei. Na nossa chegada ao aeroporto em Punta Arenas, o Sergio estava nos esperando com uma plaquinha...
Impressões sobre Torres del Paine O parque é muito bonito e, ao contrário do que dizem, acho que vale sim a pena para quem não faz trekking ou não quer condições de fazer caminhadas. Fizemos duas trilhas de duas horas cada uma e apesar de serem trilhas bonitas e permitirem alguns visuais únicos, fazer uma rota de carro pelos mirantes do parque também é super válido para quem quer paisagens lindas, mas com conforto.
Fronteira Chile - Argentina Paso rio Don guillermo Primeiro efetuamos a saída do Chile. Passa no controle de passaporte e segue para aduana. Na aduana, verificaram a documentação do carro. Rodamos mais alguns quilômetros e chegamos no controle argentino, depois de parar para tirar uma foto com a placa da Argentina Da mesma forma, primeiro fizemos o controle dos passaportes e em seguida aduana. No controle de passaporte, detectaram que nosso passaporte foi carimbado com a data errada! Era 11/12 e carimbaram como dia 01/12. 😱 o cara estranhou um pouco, depois viu que todos os passaportes estavam dessa forma, incluindo de outras pessoas que estavam passando pelo controle antes de nós. Então, carimbou o passaporte e seguimos para a aduana. Perguntaram se o carro era alugado, para onde iríamos e para onde iríamos depois. Respondemos que iríamos até El calafate e voltaríamos a Punta Arenas. O documento do carro foi novamente verificada e fomos liberados com um "muito obrigado".
Amanheceu chuviscando, céu nublado. Era impossível ver los cuernos, mas apesar de tudo o clima era mais agradável pela ausência de ventos. Refizemos a rota até o salto grande, mas continuamos em direção à cascada paine. Um pouco antes, passamos por uma outra portaria, onde aproveitamos para usar o banheiro e checar que estávamos na rota certa. Continuamos em direção à cascada, Um conjunto de quedas d'água muito bonito e bem volumoso, mas estava chovendo um pouco mais e acabamos indo muito rapidamente fotografar . Após, voltamos um pouquinho para sair pela rota y-156 com direção a Cerro Castillo.

11 December 2016

Guanacos na estrada
Cabanas - lago tyndall Subir no mirante do rio serrano, mesmo se não for se hospedar por lá. Calefacao não funcionava inicialmente , depois funcionou mas não era muito potente. Bastante cobertor. Recepção encantadora. Ambiente lindo, vista para as montanhas. Fizemos macarronada de jantar, com vinho. Comida veio de puerto natales
Cabanas - lago tyndall Calefacao não funcionava inicialmente Recepção encantadora. Ambiente lindo, vista para as montanhas. Fizemos macarronada de jantar, com vinho. Comida veio de puerto natales Dormir 23h ainda com luz e ventos fortíssimos do lado de fora
Hostel Nikos II adventure O hostel é bem bonitinho e agradável. As camas confortáveis e com cobertores quentinhos. A calefacao funcionava, mas não foi suficiente para manter quarto ou banheiro bem quente. Minha cama ficava ao lado, senti calor. Mas o resto do quarto parecia sempre gelada. Acho que não aguenta o inverno. Também percebi que eles desligaram durante a noite. O café da manhã era cereal, iogurte, suco, leite, pão, ovo. Eram entregues "kits" pra cada um. preferia trocar tudo por 3 ovos. Pagamos pelo Booking um preço um pouco menor que o da tabela.

10 December 2016

Hoje saímos do hostel em Puerto Natales por volta das 10:30, abastecemos e seguimos em direção à torres del paine. Todo o caminho já é muito bonito, com montanhas ao redor. ventos fortes levando carro pro lado. Entramos no parque pela portaria sul, pertinho de onde fica nosso hotel, mas passamos direto. 21000 pesos. Até 17 anos paga 6000. Aceita dólar e cartões de crédito. O parque é todo maravilhoso . Começamos a visita pelo mirante do lago Grey. Caminhada bem fácil, gastamos cerca de 1h 30 para ir e voltar. Não fomos até o final. Muito vento. Precisava subir n caminho bem estreito. Pouco gelo, no verão. Ondas impressionantes. Como terminamos cedo, resolvemos fazer mais uma trilha e fizemos salto grande com mirador de los cuernos. Ventos como nunca vi na vida, segundo a administração do parque, até 72km/h. Tivemos que parar algumas vezes para nós abaixar e evitar sermos literalmente carregados. Pensamento : pena que com tanto vento é difícil admirar a beleza do lugar.
Impressões sobre Santiago Nessa primeira parte da viagem não conhecemos bem a cidade de Santiago - estávamos super cansados dos preparativos dos últimos dias. Entretanto, apesar do susto da mala quase furtada, tivemos uma boa impressão da cidade. Pessoas prestativas, cidade arborizada, muitas bicicletas na rua, motoristas respeitando o pedestre e donos de cachorro recolhendo as sujeiras. Aliás, os cachorros são uma atração a parte em Santiago!
Rosso italiano - restaurante divino no La Costanera Mall Pena que eu só escolho pratos verdes. 😂
Ficamos hospedados no Departamento Santos Dumont. Um apartamento bem confortável, quentinho, com uma vista deliciosa para o Cierro San Cristovam. É possível subir ao Cierro a partir da própria rua do apartamento e dá pra chegar andando à entrada principal do Parque Metropolitano. Preço justo, localizado a umas 4 quadras da estação de metrô. Preços de taxi: Aeroporto: 20000 pesos Pátio Bella Vista : 1390 La costanera: 4000 Cozinha com utensílios suficientes para preparar uma refeição simples. Um quarto com cama de casal e o outro com bicama. Somente um aquecedor estava disponível, mas acredito que consiga atender os dois quartos, deixando a porta aberta.

9 December 2016

Em algum lugar no Chile

8 December 2016

Pra descer, todo santo ajuda
Pátio Bella Vista Uma excelente alternativa para uma noite em Santiago. Muitos restaurantes. Fomos ao pub irlandês e tudo estava perfeito! Cheese burger e chicken &shrimp. Preços não são baratos.