Brazil · 90 Days · 19 Moments · August 2017

Poemas da meia noite


14 November 2017

Do lado direito mais um prédio . Relâmpago acorda meu amor Mi sinto na casa onde quero Só penso na vida doce eterno Si do lado de fora é beco sem saída um mistério . Lá faltou o fa

31 October 2017

Procuro não escrever em primeira pessoa. Primeira pessoa é o ego. É punheta poética , ideológica . É desabafo de angústia ,medo ,pecado . Primeira pessoa é divã. É ideia que não procura resposta . Porque já nasce segura de si . É professoral . Se mostra momento,evento fato , situação que serve ao eu . Ao nós. Só que não . Cada um é dono de seu eu . Essa é a questão . Chega de ser boneco de manobra . Gado de manada ! Caminho ,e não caminhante . Andarilho sem objetivo . Brinquedo que não oferece perigo .

21 October 2017

Amor é fertiu Não me empurre . Nasce flores no deserto .
Tudo que eu quero é utopia Se me intrego a vida de hipocrisia Tô na lama Aí de mim se fosse dado A toda opinião. Tava no mercadinho Ou chorando todos os meus pecadinhos .
Disse um bom guerreiro. Palavras do coração . O que vale e nos move; E o brilho dos teus olhos ! na passagem do cometa . Dos teus olhos. Depois de tanta tormenta Ainda sobra a lembrança , Brilho nos olhos De criança.
Nesse mundo a cada giro fortalece o Mourão . Cerca a pouco nesse mundo sabe não . Abenção, aí de viver no clarão . Enquanto o povo brada e sem guia Aí quanta escuridão. Quanta palavra vazia No giro desse mundão . Muita garra e folia Amor e perdição Muita fé pelo pecado E pedido de perdão . .

16 October 2017

Na pegada da essência No lugar onde estiver Vou seguir sem preconceito Respeitando o preceito O axé do meu roncó Saravá meu orixá Respeito onde chegar .

8 October 2017

Amanhecer em Tupã . Nuvens rasas Céu tristonho, Gato cachorro e rede . Cheiro de café . Arte sem perder a fé. Tudo novo de novo ! Amanhecer em Tupã . Onde moro ? cadê meu colo? Cadê de mim ? Amanhecer em Tupã. Canto dos pássaros folhas molhadas Olho no jardim .

4 October 2017

Mesmo que o beijo a língua molha . Onde o céu é imensidão . Mesmo que a água a boca seca . Aonde o céu é escuridão . Lá onde mora a onça . Aonde vc foi morar . Lá onde a chuva é doce E onde o raio mata . Mesmo que seu lábio berço . Aonde a criança descansa .

27 September 2017

Ter paixão é vida . Essa é minha opinião . Paixão pelo trabalho É raro . Em geral trabalho é dinheiro . Dinheiro é bom . Oque se faz com ele ... Nada posso dizer . Paixão é a questão . Amor , dinheiro e trabalho. Confusão ?!... Pra alguns sim Pra outros não . Paixão é movimento , Trabalho é constante , Amor é trabalho constante . Dinheiro é bom tê-lo . Paixão também .

25 September 2017

Outro dia caminhada, tambor forró álcool cigarro risada. Sem julgamento, Nem melhor ou pior. Sem certeza, Sem opinião. Sem sabedoria, filosofia, sem etnia. Sem credo, sem sexo, sem classe social. Sem cultura. Sem educação. Sem roupa sem lugar pra morar. Sem faculdade. Sem pai, sem mãe. Sem filha(o). Sem trabalho sem futuro, Sem passado. O presente é sem nada, Dedo na ferida, Ferida nada! Vida !!!!!!!!!!!!

12 September 2017

Saravá marinheiro Os caboclos guerreiros Os índios primeiro. A toda povaria Saravá mais um dia povo brasileiro . Viva a meu São Benedito! Viva a Nho João ! Viva! Nossa Senhora de Aparecida . Viva as crianças O trabalho constante Prazer de fazer nesse mundo Um futuro melhor .

1 September 2017

Você chegou, eu cheguei pra você. Numa balada do nada, Um beijo te dei . e você retornou. É uma parada tão inesperada Ensina que a vida não é programada. Onde menos se espera ,Florece Natu o inatu amor e a morada . A dor na barriga a sensação desejada . Até que dure a dor da estrela E que seja bela a vera amada. A jura será confirmada.

31 August 2017

Dorme mas cuidado com o sol. Sonha , mas não molha o lençol. Já é quinta feira , E nesse embalo é que vou me acabar .

29 August 2017

Quer um chá antes de dormir? Quer um chá?! Quero um chá. Não se preocupem comigo . Chá! Doces sonhos Amargo da vida . Sede da alma Seca da garganta . Quero um chá . Refresca e levanta .

24 August 2017

Paz e amor. Trabalho e família. Responsabilidade e dor. Loucura e vida. Os lados da moeda. Valores da vida. Quem faz não espera , Constrói o seu dia. Seja rico ou pobre Tanto faz. Se é acomodado morreu e jaz. O sistema quer isso, um pobre a mais. Que perdeu seu ofício , Não produz mais. Virou Manchete; página de jornal. Carniça pro urubu de aço . Mais um na mira. Não ouviu o toque Alimento vira . Carniça do Ibope . Camisa de paz e amor .

22 August 2017

Se imperfeito. Quando atemporal. Porque uma pergunta. Onde um local. Se mudasse tudo, Porque iria mudar? Porque tudo mudou ? Onde vai chegar? Se, porque ,onde . Quem sabe não sabe Quem sabe ...
A garoa cai a lua não vejo. Não tem estrela para inspirar Não tem luar ! Também não tem ao meu lado Uma estrela e seu violão. Nem saia rodada; não tem percussão. Bate forte coração. Tum, tum,tum. Alegra cavaquinho, Pequeno grande franzido . Alegra geral , que ilegal . Chama o samba Marginal .

16 August 2017

Mudar , agir para transformar. Viver com prazer e se arriscar. De ser a missão, que a criatura . Transfora , deforma , cria opinião. De que lado você está ? Lado ? Por que tem que ser assim ? Será! Existe! Fim.